• moriafm917

Aurora anuncia ampliação de unidades e investimento de R$ 140 milhões em MS


Ao governador Reinaldo Azambuja, a Aurora anunciou nesta terça-feira (15) a ampliação da unidade de São Gabriel do Oeste e confirmou a expansão da unidade de Maracaju. Os investimentos somam R$ 140 milhões. Ao lado dos secretários Eduardo Riedel (Infraestrutura) e Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Reinaldo Azambuja cumpre agenda na região Sul do País. Pela manhã fica em Chapecó (SC) e à tarde, em Porto Alegre (RS).


Além das ampliações, o governador recebeu a sinalização da intenção da instalação da Copérdia em Jaraguari. A cooperativa é uma das maiores fornecedoras de matéria-prima ao Sistema Aurora, com mais de 17 mil associados.


Para o governador Reinaldo Azambuja, os investimentos são resultado da política de incentivos e da credibilidade conquistada pelo Estado. “São investimentos importantes que vão proporcionar ainda mais empregos, movimentar a economia e gerar oportunidades para as pessoas. O anúncio é resultado de um trabalho da nossa política de incentivos fiscais, que é uma das mais modernas do país, e da credibilidade que o Estado conquistou, com o maior investimento per capita do país e classificação B da Capag, do Tesouro Nacional, que comprova a solidez fiscal”, disse.


Em São Gabriel do Oeste, serão investidos R$ 120 milhões na expansão da unidade, gerando 620 novas vagas de emprego e elevando o número de abates para 5 mil suínos por dia. O prazo é o 2º semestre de 2023. Já em Maracaju serão R$ 20 milhões de investimento ainda neste ano.


Sobre a Copérdia, ela está presente em 200 municípios da região Sul e Centro-Oeste, nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso, gerando mais de 1.300 empregos diretos.


O secretário Jaime Verruck destacou a importância dos anúncios para o Estado. "Apresentamos o potencial de investimentos na área de suinocultura e apicultura em Mato Grosso do Sul e recebemos a confirmação dessas ampliações, com importante geração de empregos e renda, e que vão agregar valor à produção local", afirmou.


Conforme Eduardo Riedel, o cenário é positivo para a atração de indústrias. "Somos um terreno fértil para a vinda de empresas porque reunimos elementos fundamentais para o desenvolvimento: um estado que investe em infraestrutura, competitivo, transparente e com solidez fiscal, fatores que estimulam as empresas a acreditar em Mato Grosso do Sul. Fizemos o dever de casa e continuamos neste caminho. Com isso, o resultado deste ciclo positivo está na geração de empregos, oportunidades para a nossa população".

5 visualizações0 comentário