• moriafm917

MS e outros 14 estados retomam atividades escolares a partir de fevereiro


A partir deste mês, Mato Grosso do Sul e outros 14 estados brasileiros devem retomar as atividades escolares. Algumas redes estaduais manterão o ensino remoto, outras adotaram o sistema híbrido e aulas presenciais voltarão a ser ministradas.


De acordo com levantamento da Agência Brasil, os estados que retornam as aulas em fevereiro são: Acre, Amazonas, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Roraima, São Paulo e Tocantins. Goiás é o único estado que já havia iniciado as atividades escolares, em janeiro de 2021.


Para o presidente do Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação), a tendência do retorno neste ano é de que os estados adotem cada vez mais o ensino híbrido, de presencial e remoto. “As redes têm autonomia para fazer suas escolhas tanto do formato quanto do momento do retorno”, disse.


Além disto, afirmou à Agência Brasil que não vê “perspectiva de longo prazo para a gente ter um ensino remoto, ou seja, um discurso de que 2021 ficaremos com as escolas fechadas e ensino totalmente remoto até que haja vacina para todo mundo ou o fim da pandemia”. Para ele, apesar de alguns estados decidirem voltar apenas remoto em primeiro momento, chegará o tempo em que o ensino híbrido será opção de todas as federações.


De acordo com a Agência Brasil, MS prevê retornar as aulas em 1º de março. À Agência, o Governo Estadual disse que desde 4 de fevereiro foi iniciada a jornada pedagógica. Assim, devem ser a tratar de eixos essenciais para a segurança necessária no retorno às aulas: socioemocional, biossegurança, cognitivo e normativo.


Ainda não há informações de como será o retorno das aulas estaduais em MS. Conforme o Governo do Estado, o retorno dos estudantes as salas de aula tem a primeira possibilidade que é a forma presencial, a segunda alternativa é o modo híbrido, ou seja, lecionar as disciplinas, parte no presencial e outra à distância, e por último a chance de manter os alunos no ensino remoto.


Com a incerteza do cenário da pandemia de coronavírus, ainda não foi ‘batido o martelo’, pois o retorno avaliado como forma segura será definido em conjunto pelas secretarias estaduais.


Na expectativa de optar pelo presencial, as escolas já estão sendo equipadas com equipamentos de proteção aos alunos e corpo estudantil, além de kits que inclui máscaras e álcool em gel. Também participaram da reunião a procuradoria-Geral de Justiça, e coordenadores dos grupos/núcleo da saúde e educação do Ministério Público Estadual.

8 visualizações0 comentário

© 2023 Desenvolvido por Indoor Brasil

Moriá FM Rua Artur Bernardes, 1246, Bandeirantes/MS